Notícias

Com iniciativas e benefícios em diversas frentes, Abicalçados atrai novos associados

De olho na retomada do mercado internacional, especialmente nos Estados Unidos e em países da América Latina, em novembro passado cinco empresas se associaram à Abicalçados. O objetivo é utilizar os serviços do Brazilian Footwear, braço internacional da entidade voltado para a promoção comercial e de imagem dos calçados brasileiros no exterior. Entre os projetos estão subsídios para participação em feiras internacionais, realização de rodadas comerciais digitais e físicas, projetos com compradores e jornalistas internacionais no Brasil, entre outros. 

Uma das novas associadas é a Valent Calçados, de Guaxupé/MG. Fabricante de calçados de segurança, botas texanas de aventura e de passeio, a empresa busca, com a associação, iniciar o processo de exportação como uma estratégia comercial. “Nossos calçados já possuem reconhecimento no mercado nacional, agora queremos buscar esse reconhecimento também no mercado internacional”, projeta o diretor da empresa, Gustavo José de Brito Marques. Conheça a marca no site valentcalcados.com.br.

Tradicional empresa de Nova Serrana/MG e com 40 anos de atuação no polo conhecido mundialmente pela fabricação de calçados esportivos, a Nesk produz tênis com tecnologia de ponta e design exclusivo. A associação à Abicalçados ocorre com o intuito de ampliar as exportações. Segundo a diretora Gislene Rodrigues Preto, em primeiro momento a empresa irá buscar apoio do Brazilian Footwear para participar de ações específicas no mercado colombiano. Conheça a marca no site  nesk.com.br.

A gestora de marcas Studio Z, de São José/SC, também busca com a associação à entidade o incremento no mercado internacional. Atualmente com mais de 100 lojas multimarcas distribuídas em 15 estados brasileiros, além de forte atuação no e-commerce, a empresa quer utilizar sua expertise logística e de distribuição também no mercado internacional. Atualmente, a empresa faz gestão das marcas Gabriela Calçados (femininos), Woshe (masculinos), Vertus (street) e Mac Jack (moda e infantil). Neste primeiro momento, segundo o diretor Artêmio Azevedo, a empresa buscará apoio do Brazilian Footwear para inserção na América Latina, participando de ações como as rodadas de negócios on-line. Conheça a empresa no site stz.com.br.

Mais uma empresa de Nova Serrana/MG engajada à Abicalçados, a fabricante de calçados Joana Fernandez Quintella Eireli, das marcas Stafillo Calçados e Win Comex, buscou a entidade também com o intuito de ampliar as exportações em 2022. O objetivo é trabalhar marca própria no mercado externo.  “Há alguns anos trabalhamos no mercado internacional, mas com foco em private label. O objetivo da associação à Abicalçados é aumentar a promoção comercial e de imagem das nossas marcas próprias”, projeta a diretora Joana Fernandez Quintella. Conheça a empresa no site www.instagram.com/safillocalcados.

Somando ao grupo de novas associadas de Nova Serrana/MG, a Box 200 buscou a Abicalçados com o objetivo de ampliar as exportações de seus tênis esportivos e casuais masculinos, femininos e infantis. Atualmente com uma produção de mais de 15 mil pares diários e forte atuação no mercado doméstico, a Box 200 busca a consolidação no mercado internacional por meio de participações em ações do Brazilian Footwear. Conheça a empresa no site box200.com.br.

Expectativas
Para 2022, a Abicalçados estima a continuidade da recuperação verificada ao longo de 2021, especialmente no mercado internacional. A projeção da entidade é um crescimento em torno de 3% na produção. Já as exportações devem ter um incremento de mais de 5%, em volume, com resultado 7,5% maior do que em 2019. “As empresas brasileiras estão sentindo esse bom momento e existe um interesse cada vez maior para iniciar o processo de internacionalização e até mesmo ampliá-lo”, explica a analista de Relacionamento da Abicalçados, Aline Maldaner. 

Criada em 1983, a Abicalçados tem soluções relevantes para empresas de todos os portes e objetivos, que buscam capacitação, promoção de imagem e comercial nos mercados doméstico e internacional, no segundo caso por meio do Brazilian Footwear. As mensalidades para a associação partem de R$ 90 e evoluem de acordo com o porte das empresas.