Notícias

Senai lança programa de proficiência em substâncias restritas

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-RS), por meio do Instituto Senai de Tecnologia em Couro e Meio Ambiente, lança o Programa de Proficiência em Substâncias Restritas, que tem como objetivo a melhoria da competitividade da cadeia de calçados para exportação, com apoio da Abicalçados, Assintecal e CICB. O programa tem como propósito promover e comprovar a conformidade dos materiais quanto aos limites de substâncias restritas da legislação e normas nacionais e internacionais. O PPSR foi estabelecido de tal forma que, ao longo da sua aplicação, produza dados e informações para a qualificação dos fornecedores de toda a cadeia produtiva. Também viabiliza o processo de análise dos insumos utilizados pela indústria calçadista com custos reduzidos. O Instituto do Couro e Meio Ambiente é capacitado para ensaios das mais diversas amostras de materiais e atestar a sua conformidade, além de conhecimento técnico para propor melhorias.

“O programa surgiu para auxiliar as empresas já que as exigências são cada vez maiores dos mercados nacional e internacional de controle de substâncias restritas na comercialização de produtos”, explica a gerente do Instituto Senai do Couro e Meio Ambiente, Darlene Rodrigues. Neste sentido, o PPSR leva segurança à indústria na conformidade para seus produtos, utilizando insumos com qualidade atestada.

O PPSR inclui duas rodadas de análises para dez grupos de materiais: Couros, Têxteis, Laminados sintéticos, Materiais poliméricos, Materiais celulósicos, Componente metálicos, Produtos químicos, Aviamentos, Adornos e Embalagens. Os ensaios serão feitos, em duplicata, em laboratório com Sistema de Gestão da Qualidade ISO/IEC 17.025, acreditado pelo CGCRE do Inmetro desde 1987, pioneiro em análise de Substâncias Restritas em componentes para calçados (2005). As empresas participantes receberão, além dos relatórios de ensaios individuais, outro completo de desempenho do setor, com análise estatística e comparação dos resultados analíticos de cada material com os limites impostos pelo Reach, assim como os nacionais (em projeto de norma da ABNT). Além dos problemas diagnosticados, haverá orientação para solução dos pontos críticos.

Mais informações: www.senairs.org.br/ppsr