Abinforma Notícias

Mostras internacionais de fevereiro somam US$ 28 milhões em negócios

As feiras internacionais Micam, na Itália, e FN Platform, nos Estados Unidos, devem gerar mais de US$ 28 milhões para as marcas participantes. Ambas as participações foram viabilizadas por meio do Brazilian Footwear, programa de apoio às exportações de calçados mantido em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

A primeira parada foi em Las Vegas, onde, na FN Platform, 21 marcas brasileiras faturaram US$ 3,7 milhões, entre negócios in loco e alinhavados no evento. A analista de Promoção Comercial da Abicalçados, Ruísa Scheffel, destaca que, in loco, foram comercializados o equivalente a US$ 752 mil, mas que os negócios alinhavados durante o evento devem somar mais US$ 3 milhões. “Foi um resultado satisfatório. Apesar de registrarmos movimento menor do que em edições anteriores, os negócios se efetivaram, os compradores que apareceram estavam focados”, avalia, ressaltando que também ocorreram contatos importantes e que devem abrir novos mercados. 

Para o gerente de exportação da Kidy, Rodrigo Nunes, a mostra foi positiva. “Recebemos diversas visitas dos Estados Unidos e de países que ainda não trabalhamos, como Nigéria, Japão, Índia e Porto Rico, sendo que com este último efetuamos negócios e abrimos um mercado importante com uma rede de e-commerce”, comenta. 

O gerente de vendas da Werner, Isaque Weber, que tinha como objetivo principal encontrar um parceiro local para distribuição e suporte no País atingiu a meta.  “Com um parceiro local a marca conseguirá estar presente em mais eventos de promoção comercial, aumentando seu reconhecimento no mercado”, avalia. Weber conta, ainda, que os clientes que compraram em edições anteriores retornaram nesta edição, concluindo que o evento também foi bom para fazer a manutenção de mercado. “Além disso, abrimos novos clientes nos Estados Unidos e recebemos clientes de países do Caribe e da América do Sul”, acrescenta. 

A Calçados Ala, que há dois anos não participava da FN Platform, abriu três novos clientes importantes. “Eles iniciaram com um volume menor, mas têm grande potencial de crescimento no México, República Dominicana e Venezuela”, conta o representante de exportação da empresa, José Luis da Rocha, para quem a feira também serviu como uma forma de manutenção da presença naquele mercado. 

Participaram da FN Platform as marcas Rider, Cartago, Ipanema, Zaxy, Grendene Kids, Boaonda, Carrano, Vicenza, Werner, Kidy, Magia Teen, Petite Jolie, Ala, Zatz, Beira Rio Conforto, Moleca, Molekinha, Molekinho, Modare Ultraconforto, Vizzano e Schutz.  

Micam
Considerada a maior feira de calçados do mundo, a Micam Milano, que aconteceu entre os dias 10 e 13 de fevereiro, em Milão/Itália, somou mais US$ 24,3 milhões para as exportações brasileiras de calçados. Foram 67 marcas brasileiras participantes.  A analista de Promoção Comercial da Abicalçados, Paola Pontin, ressalta que, in loco foram comercializados mais de 400 mil pares, que geraram US$ 7 milhões. “O que mais surpreendeu foi a visitação nos estandes brasileiros, que ultrapassou 1,1 mil compradores dos principais mercados do mundo, especialmente localizados no continente europeu”, avalia. Ao número, deve ser somada a cifra de US$ 17,3 milhões, provenientes de negócios alinhavados durante a feira italiana. “Percebemos que as empresas brasileiras, durante o evento, estavam atendendo e fechando pedidos in loco, o que já não é mais tão comum nessas grandes feiras”, acrescenta a analista, destacando a performance das vendas de calçados masculinos no evento.

O gerente de exportações da Radamés, Maurício Ávila, saiu satisfeito com a mostra italiana. Segundo ele, a Micam surpreendeu positivamente, especialmente pelo fato da visitação de novos e importantes compradores. “Tivemos contatos com novos mercados da Coreia do Sul, Colômbia, Geórgia, França, Austrália, Catar, Tailândia, Arábia Saudita, Indonésia, África do Sul e Japão”, conta.

Leandro Camargo, gerente de exportações da Klin, também destaca a visitação de novos compradores, que não apareceram na feira italiana anterior, de Riva del Garda. “Tivemos clientes importantes da Croácia, Rússia, Romênia e Colômbia”, comenta, ressaltando a importância da participação, pois mesmo que os resultados não ocorram in loco, os contatos gerados acarretam negócios ao longo do semestre.

Participaram da mostra italiana as marcas brasileiras Jorge Bischoff, Loucos & Santos, Raphaella Booz, Smidt, Luz da Lua, Dumond, Capodarte, Guilhermina, GVD International, Ferracini 24h, Pegada, Democrata, Ferricelli, Radamés, Sollu, Sapatoterapia, Savelli, Opananken Antitensor, Cravo & Canela,West Coast, Bibi, Contramão, Klin, Ortopé, Piccadilly, Invoice, Andacco, Vizzano, Beira Rio Conforto, Moleca, Molekinha, Modare Ultraconforto, Molekinho, Madeira Brasil, Verofatto, Cecconello, Itapuã, New Face Original, Stéphanie Classic, Ramarim, Comfortflex, Whoop, Capelli Rossi, Indiana Colors of Brazil, Tabita, Wirth, Carrano, Suzana Santos, Renata Mello, Ala, Zatz, Cristófoli, Divalesi, Werner, Killana, Usaflex, Kildare, Anatomic & Co, Moema, Rider, Ipanema, Grendha, Zaxy, Cartago, Boaonda, Cherry e Petite Jolie.