Notícias

Mercado aquecido reflete na Couromoda 2020

A 47ª edição da Couromoda, feira calçadista que aconteceu entre os dias 13 e 15 de janeiro, no Expo Center Norte, em São Paulo/SP, refletiu o reaquecimento do mercado interno brasileiro. A mostra, que apresentou mais de 1,2 mil coleções de calçados e acessórios para a temporada Outono/Inverno, recebeu compradores de todo o País, especialmente das regiões Sul e Sudeste.

Para o presidente-executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Haroldo Ferreira, a Couromoda refletiu a recuperação iniciada ao longo de 2019, com a retomada da confiança tanto do mercado quanto dos consumidores, o que proporcionou uma visitação 12% maior do que a registrada na feira do ano anterior. Segundo ele, em outubro e novembro do ano passado (dado mais recente do IBGE), o varejo de calçados acumulou uma alta de 3,8% na relação com igual período de 2018. “Isso mostra que existe uma recuperação em andamento, que já foi sentida na feira, com lojistas abastecendo suas lojas em função das vendas do final do ano e também pensando em um futuro promissor para 2020”, avalia o dirigente.

O diretor da Couromoda, Jeferson Santos, destaca que a feira foi superior a do ano passado, tanto em visitação quanto em negócios. Segundo ele, o fato de a feira ter três dias, e não quatro, como as anteriores, otimizou o tempo dos expositores e lojistas, fazendo que com os últimos viessem mais focados para a realização de negócios. “Os estímulos dos governos de São Paulo e Rio Grande do Sul, que reduziram o ICMS para calçadistas para 3,5% e 4%, respectivamente, também refletiram positivamente no ânimo dos expositores”, acrescenta. Santos ressalta, ainda, que a mostra sai com a renovação de 40% dos espaços, o que aponta para a confiança do mercado. “O ano de 2020 é promissor e sentimos isso aqui”, finaliza.

Expositores satisfeitos 

O gerente comercial da marca feminina gaúcha Jorge Bischoff, Lucas Barbosa, avalia que a feira foi positiva, com crescimento nas vendas, que devem fechar em 6% para a marca homônima da empresa e 3% para a Loucos & Santos, a outra label do grupo. “Tivemos um movimento maior do mercado interno, inclusive com a abertura de clientes importantes, especialmente do Sudeste”, conta. Já no mercado externo, o gerente ressalta que o volume de negócios foi cerca de 5% superior ao registrado no ano passado, embora com clientes já fidelizados pela empresa. Barbosa diz, ainda, que o resultado da feira não chegou a surpreender, já que a empresa cresceu mais de 20% em 2019, isso após um incremento de 37% em 2018. “Em 2020, em função do contexto econômico, temos uma expectativa de crescer mais 20%”, projeta o gerente. 

A marca masculina Sollu, que expôs no estande coletivo de Franca/SP, experimentou um crescimento nos contatos gerados, especialmente com novos e potenciais compradores. “Os contatos novos aumentaram quase 10% em relação a 2019. Acredito que esse seja o principal objetivo das feiras”, conta o gerente comercial da empresa, Vicente Silva Júnior. Em 2019, a Sollu cresceu 15% no mercado doméstico e 10% nas exportações, número considerado satisfatório diante de um ano difícil, segundo o gerente. “Viemos de três anos de quedas, o que torna o resultado de 2019 ainda mais importante. Para 2020, a perspectiva é continuar crescendo, entre 15% a 20% no mercado doméstico e 10% nas exportações”, conclui.

Abicalçados 

A Abicalçados participou da mostra com o Projeto Comprador Vip, realizado por meio do Brazilian Footwear, programa de apoio às exportações de calçados mantido pela entidade em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Pelo projeto, veio à feira compradores do grupo Polo South Africa, da África do Sul. O resultado será divulgado nos próximos dias. 

A próxima edição da Couromoda está marcada para 11 a 13 de janeiro de 2021, também no Expo Center Norte, em São Paulo/SP.