Notícias

Marcas calçadistas brasileiras viram conteúdo de influenciadoras norte-americanas

Apresentar a diversidade, as belezas e a cultura do Brasil ao mesmo tempo em que promove as marcas de calçados brasileiras nos Estados Unidos, tudo isso por meio dos olhares de formadoras de opinião no mercado-alvo, foram os objetivos da edição 2019 do Digital Influencer Project - DIP.  Entre os dias 2 e 6 de dezembro, o litoral alagoano virou cenário de sessões de fotos e experiência exclusivas para as influenciadoras digitais Natalie Suarez (@natalieoffduty)  e Dylana Suarez (@dylanasuarez). Elas vieram ao país a convite do Brazilian Footwear,  programa de apoio às exportações de calçados mantido pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). 

Conhecidas como Suarez Sisters, elas, que vivem em Nova Iorque, são modelos, fotógrafas e fashionistas, e acumulam milhares de seguidores nas redes sociais. Juntas, somam mais de 850 mil seguidores no Instagram, principal plataforma de trabalho delas. A dupla compartilhou a viagem em seus canais sociais, principalmente pelo Instagram Stories, e apresentaram as marcas participantes a seus seguidores. Esta foi a terceira viagem ao Brasil de Dylana, que é casada com um brasileiro, mas a primeira ao Nordeste. Natalie, por sua vez, nunca havia estado em solo verde-amarelo. 

Diversidade
Durante os dias em Alagoas, as fashionistas fotografaram nos principais pontos turísticos de Maceió e viveram experiências típicas da Região oferecidas por algumas das marcas participantes. A analista de Promoção de Imagem da Abicalçados, Luana Chinazzo, destaca que esta edição conseguiu passar toda a diversidade do Brasil, tanto por meio das marcas participantes quanto das atividades oferecidas. “Fomos do rio ao mar, das cidades históricas ao mangue. Elas puderam calçar diferentes estilos de calçados, tanto saltos quanto flats, sempre em sintonia com o ambiente. O conteúdo gerado é rico e demonstra como o nosso país é plural”, contou.

A primeira vivência das irmãs em Alagoas, promovida pela marca Insecta, foi uma visita à Associação Peixe-boi, uma organização comunitária composta por ribeirinhos, pescadores, estudantes e moradores dos municípios de Porto de Pedras e São Miguel dos Milagres, que trabalham na proteção do peixe-boi marinho, que é hoje o mamífero aquático mais ameaçado de extinção no País. Após o passeio, um almoço com alimentos sem origem animal foi servido para fechar o momento com a cara da marca vegana. 

No dia seguinte, as influenciadoras foram convidadas pela Petite Jolie para um passeio de lancha por algumas das principais praias da Região. O passeio, que durou até o pôr do sol, gerou registros lindos em fotos e vídeos e encantou nossas convidadas. “Não pensei que encontraria formações rochosas como as que vi em desertos nos Estados Unidos aqui no Brasil. O pôr do sol nas rochas é lindo!”, destacou Dylana sobre as falésias da praia do Gunga. 

A última experiência delas foi uma visita à cidade histórica de Marechal Deodoro, oferecida pela Vicenza. No local, as convidadas visitaram a Associação das Mulheres Rendeiras (AMUR) e aprenderam a fazer a renda filet, típica da região. Depois da atividade, elas ainda visitaram os principais pontos turísticos da localidade e fotografaram para a marca calçadista. “A viagem foi muito inspiradora e educativa. Foi muito legal conhecer destinos mais remotos. Pude me divertir, relaxar e criar muito conteúdo. Melhor  viagem!”, declarou a Natalie. “Nossos dias aqui foram ótimos! Amamos todos os lugares. Nós fotografamos alguns dos nossos  melhores conteúdos aqui. Espero voltar logo”, completou Dylana. Além das experiências, as norte-americanas fizeram sessões de fotos para a Melissa e a Cecconello.  

Qualidade e conforto
Sobre o calçado brasileiro, elas destacaram a qualidade e o conforto dos produtos. Elas já conheciam algumas marcas brasileiras, mas se surpreenderam com a variedade de estilos, todos confortáveis. Segundo as influenciadoras, todos os modelos que elas calçaram eram bem-feitos e versáteis. “Eu já ouvia falar sobre os calçados brasileiros, os materiais utilizados parecem ser ótimos. Achei muito confortáveis, ótimos para viajar”, avaliou Natalie. 

Dylana destacou, também, as cores utilizadas nos modelos. “Certamente, eu compraria calçados brasileiros, me tornei fã de algumas marcas. Amo como elas brincam com as cores e criam estilos com a cara do verão”, afirmou ela. “Acredito que as marcas brasileiras são muito apaixonadas pelo que fazem e que por isso vão além para criar produtos que calçam bem e são bonitos”, completou a fashionista.