Notícias

Calçadistas promovem rodada de negócios na Fimec

A 42ª edição da Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Máquinas e Equipamentos para Calçados e Curtumes (Fimec), que acontece entre os dias 6 e 8 de março, na Fenac, em Novo Hamburgo/RS, foi palco para mais uma edição do FF Exchange, rodadas de negócios que envolveram seis indústrias de calçados (âncoras) e 14 empresas de componentes, curtumes e máquinas para o setor.

A assistente de Projetos da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Carla Giordani, explica que a modalidade de negociação rápida, no estilo speed dating, na qual cada fornecedor tem cinco minutos cronometrados para uma apresentação objetiva ao possível cliente, está cada vez mais presente na cultura corporativa do setor calçadista. “Aqui, geralmente, é o pontapé inicial para uma negociação que vai ocorrer mais além, em visitas nas fábricas ou mesmo nos estandes durante a Fimec”, comenta.

José Fernando Bello, presidente-executivo do Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), destaca que esta segunda edição consecutiva do FF Exchange trouxe para as rodadas indústrias calçadistas que haviam participado da edição inaugural da iniciativa e outras novas, aumentando contatos e oportunidades para os curtumes. “As empresas puderam reforçar a apresentação realizada no ano passado e ainda conhecer possíveis novos clientes”, diz.  

Participantes
O comprador do Grupo Priority, fabricante das marcas West Coast e Cravo & Canela, Edgar Koste, conta que a rodada é válida, pois otimiza o tempo de ambas as partes. “Já saio daqui do evento para visitar os estandes de alguns fornecedores sabendo o que preciso, pois tive a apresentação objetiva e resumida dos seus produtos”, avalia.

Participando pela primeira vez do FF Exchange, o comprador da Zenglein, fabricante da marca Giulia Donna, Gilberto Strack, ressalta a assertividade das conversas.  “Já saímos daqui com visitas agendadas com possíveis novos fornecedores”, conta.

Para o curtume Santa Croce, que participou pela segunda vez da iniciativa, o evento foi satisfatório. Segundo Rodrigo Rodrigues, diretor comercial da empresa, foi a oportunidade de reforçar contatos. “E também conhecemos novas empresas que não estiveram na edição de 2017”, conta. A opinião de Rodrigues é compartilhada por Maurício Salomão, da Romicouros. Para ele, o formato da ação (cinco minutos para a apresentação de produtos e possibilidade de visita do cliente ao estande do curtume na própria feira) é um diferencial da proposta.

Participaram das rodadas as âncoras Bibi, Cristófoli, Grupo Priority (West Coast e Cravo & Canela), Lotus, Vila Rosa e Zenglein (Giulia Donna); e os fornecedores Arte da Pele, Axi Ambiental,  Camaleoa, Curtume Moderno, Curtume Rusan,  Empório de Couros Yurgel, Fuga Couros, H Fix (Blaze),  Matrizaria Igrejinha, Mecsul, Palagi e Palagi, Romeu Couros,  Romi Couros e Santa Croce.

Future Footwear
O FF Exchange é uma ação do programa Future Footwear, criado em agosto de 2016 e que tem como objetivo criar condições para uma “revolução” na cadeia coureiro-calçadista, por meio de novos produtos, novos processos e novos modelos de negócios. O programa é conduzido pela Abicalçados, Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) e Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos para Couros, Calçados e Afins (Abrameq).