Notícia

Inicial /Notícia
12/04/2017

Calçadistas projetam cenário desafiador para 2017


  • Calçadistas projetam cenário desafiador para 2017

O ano de 2017, embora já dê alguns sinais de retomada no consumo, ainda desperta várias interrogações na sociedade e na cabeça dos empresários.  Será justamente para – tentar – tirá-las que as entidades da cadeia coureiro-calçadista nacional, Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) e Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) realizam, no próximo dia 18 de abril, no Locanda Hotel, em Novo Hamburgo/RS, o evento Análise de Cenários. O evento, que tem vagas limitadas e é gratuito – com preferência aos associados das entidades realizadoras e parceiras -, está com inscrições abertas no link http://bit.ly/2o1ZKo2.

Na oportunidade, que será ministrada pela Economista do Ano eleita pelo Corecon/RS, Patrícia Palermo, serão apresentadas perspectivas para a economia brasileira em 2017. “O que veremos é que o cenário está baseado num tripé: incerteza política; crescimento frágil, fraco e lento; e desinflação”, comenta a economista. “Do ponto de vista da economia brasileira, o ano de 2017 deverá marcar a retomada, mas diferentemente de outros momentos, a recuperação deverá ser lenta em virtude da situação financeira atual das empresas e do alto grau de ociosidade nas empresas. O ponto positivo a ser mencionado é o processo de desinflação por qual passa o País, que possibilita um processo de redução da taxa de juros, o que certamente contribuirá para o crescimento de curto prazo”, acrescenta. 

Os calçadistas representados pela Abicalçados, que tem no mercado interno mais de 85% de suas vendas, estão de olho na possível recuperação que, embora fraca, deve trazer algum alento para os negócios. Segundo Patrícia, o Brasil deve crescer em torno de 0,5% em 2017, sendo que tanto consumo quanto o investimento deverão contribuir para a expansão da economia. “Apesar do nível de ociosidade elevado na economia, a depreciação do capital promove a necessidade investimentos de reposição. Além disso, questões como o aumento da confiança do empresariado, o crescimento recente da produção industrial e a expectativa de inflação controlada para 2017 e 2018, o que promove redução dos juros, criam um ambiente mais propício ao investimento”, projeta a economista.

Já para o CICB, que representa uma indústria que exporta mais de 70% de sua produção, o panorama econômico nacional é determinante em função de seu impacto em medidas relacionadas à produtividade que podem refletir na competitividade do artigo brasileiro no mercado global. 

Informação
Para a Assintecal, que representa o setor de componentes de calçados e materiais para moda, o Análise de Cenários, através das informações compartilhadas, torna-se importante ferramenta para auxiliar a indústria do setor coureiro-calçadista a estarem mais preparadas para tomada de decisões.

O evento Análise de Cenários é realizado duas vezes por ano, com o apoio da Associação Brasileira das Indústrias de Artefatos de Couro e Artigos de Viagem (Abiacav), Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos para os Setores do Couro, Calçados e Afins (Abrameq) e Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefato (IBTeC).


SERVIÇO
Evento: Análise de Cenários
Data: 18/04/2017
Horário: 18h30
Local: Locanda Hotel - rua Wendelino Henrique Klaser, 35, em Novo Hamburgo/RS
Inscrições gratuitas e limitadas: http://bit.ly/2o1ZKo2.