Notícias

Cadeia do calçado se reúne para discutir desafios comuns

De forma inédita, executivos de toda a cadeia do calçado estiveram reunidos no dia 25 de novembro, na sede da Francal Feiras, em São Paulo, para realizar a primeira reunião do Conselho Consultivo da Cadeia do Calçado, com o objetivo de promover a integração do setor e dar início às discussões acerca dos principais desafios para seu desenvolvimento.

Na abertura, o presidente da Francal, Abdala Jamil Abdala, e o diretor de Negócios da promotora, Fernando Ruas, destacaram o ineditismo da iniciativa e a necessidade de diálogo entre os vários elos da cadeira – de fornecedores de matéria-prima até o varejo – para aumentar as vendas e a rentabilidade, tendo em vista as novas demandas de consumidores mais exigentes e bem-informados.

Sob a abordagem do Design Thinking, o designer e professor do IED São Paulo (Istituto Europeu di Design), Fábio Silveira, dividiu os representantes das entidades, fabricantes, lojistas, fornecedores convidados e a diretoria da Francal em grupos para discutir e buscar soluções para os seguintes temas: “Experiência de compra do consumidor nos diferentes canais”, “Como posso transformar e compartilhar os dados da cadeia para otimizar o fornecimento de calçados”, “Tecnologia para integrar a cadeia” e “Premissas da criação da indústria a partir do comportamento do consumidor”.

Depois das etapas de análise e debates – “Word Café”, Mapa de Empatia e Ideação – cada grupo apresentou suas soluções inovadoras para os diferentes temas e sua viabilidade de implementação. Agora, estas propostas serão compiladas e compartilhadas com as entidades participantes para disseminação em seus respectivos segmentos. Deste mapeamento, surgirão também os temas que serão aprofundados nas próximas reuniões bimestrais, que poderão contar com a participação de profissionais convidados de outros setores para compartilhar suas experiências e casos de sucesso.

Na avaliação de Fernando Ruas, a primeira reunião do Conselho Consultivo da Cadeia do Calçado foi muito produtiva e atingiu seu objetivo de mapear os principais temas do setor, para que possam ser explorados o ano inteiro. “É a primeira vez que toda a cadeia se debruça sobre seus desafios comuns, internos, desde a ponta, que é o consumidor, até onde tudo começa, os fornecedores. Nós da Francal estamos muito satisfeitos com o resultado”.

O Conselho Consultivo da Cadeia do Calçado é uma das muitas iniciativas da Francal Ablac Show para impulsionar o mercado calçadista o ano todo com uma série de ações coordenadas. Ele é composto por 23 membros, representantes das entidades: Associação Brasileira de Lojistas de Artefatos e Calçados (Ablac), Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Associação Brasileira das Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), Associação Brasileira dos Representantes de Calçados, Confecções, Bolsas e Acessórios (Abrecal) e Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), fabricantes, lojistas, fornecedores e diretoria da Francal.

Francal Ablac Show
Além do Conselho, estão confirmadas a Missão Francal Ablac NRF 2020 em Nova Iorque (janeiro), eventos pós NRF 2020 (fevereiro), Rodadas de Negócios em Franca/SP (abril) e Novo Hamburgo/RS (setembro), a Francal Ablac Show 2020 (1 a 3 de junho), em São Paulo, Francal Ablac Show – Salão Alto Verão (24 e 25 de agosto), também em São Paulo, e presença em feiras regionais já existentes.

Com sede em São Paulo, a Francal Feiras, maior promotora de eventos de capital nacional do Brasil, atua em 15 diferentes setores, entre eles o calçado e bolsas, conectando a indústria brasileira ao varejo e a importadores dos cinco continentes. Concentra negócios, moda, conhecimento, soluções e serviços para o varejo em total sintonia com as demandas de um setor em constante transformação.

A Ablac – Associação Brasileira de Lojistas de Artefatos e Calçados possui cerca de 1,8 mil associados, entre eles a 40 maiores redes de lojas de calçados brasileiras, que reúnem 14 mil pontos de vendas e são responsáveis por cerca de 51% do faturamento do canal. Com forte atuação institucional, a entidade vem ampliando suas atividades nos últimos anos no campo político e, agora, soma-se à Francal para ofertar aos seus associados novas oportunidades de especialização em diferentes áreas do conhecimento, bem como de aquisição de produtos.

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa - Francal